Raul ToméSociedade

Vícios

Os meus vizinhos não me entendem. Ignoram os meus problemas e a minha falta de liquidez. Fazem pressão para que pague o condomínio quando o meu ordenado é quase uma reforma por invalidez. Dizem que é uma questão de justiça e de igualdade e que não pago porque me falta honestidade.

Logo eu que tenho de contar os trocos para o tabaco que me aconchega os dias em que o estômago se sente mais fraco.

Do banco mais do mesmo. Dizem que se não pagar a casa terei de sair e eu, preocupado, fujo para a café onde tenho os amigos e com eles converso só para me abstrair. Aproximo-me do balcão e peço uma cerveja, depois um favaios e um tinto só para fazer inveja.

A minha irmã ligou-me dizendo que tenho de lhe pagar o que me emprestou. E eu que já não vou trabalhar há dois dias, digo-lhe que estou arruinado, que terá de ter esperança e que quando vier a bonança pagarei cada cêntimo como se fosse um abastado rei.

Por agora distraio-me na batota com a rapaziada e trocamos sob a mesa o vintém ainda quente porque aqui não se fia a ninguém.

Na mercearia já não me fiam. Tenho o estômago colado às costas, porque o que é bom e se vende às postas a minha carteira não pode pagar. Como os cigarros do dia-a-dia, bebo o álcool que me aquece o corpo e entretenho-me com a jogatana que preenche a alma. E antes de abalar peço ao Abel um cafézinho para que o álcool não se entropece no meu caminho até casa.
Sei que todos me criticam, mas cá no meu saber, que em nada lhes agrada, acho que uma pessoa sem vícios é pouco mais do que nada.

Raul Tomé

Raul Tomé

Raul Tomé é licenciado em Sociologia, Mestre em Ciências do Trabalho e Relações Laborais e Pós-Graduado em Políticas de Igualdade e Inclusão.
Ex-cronista do Jornal Negócios, autor e co-autor de artigos científicos, colabora actualmente com a revista Repórter Sombra.
Tem ainda formação em diversas áreas, entre as quais a Formação de Formadores, Gestão de Tempo, Gestão de Conflitos, Liderança de Equipas e Coaching.
Lançou em 2019 o seu primeiro livro a solo intitulado "Deficiência, Nanismo e Mercado de Trabalho - Dinâmicas de Inclusão e Exclusão".
É criador da página Ipsis Verbis, através da qual realiza resenhas de obras literárias e a divulga citações de relevo, quer de autores nacionais quer internacionais, independentemente da sua dimensão no mundo literário.
É o fundador da página "Balthasar Sete-Sóis", onde partilha os seus escritos e também criador da rubrica "Passa-Palavra", inserida no programa "Amantes da Poesia" da Rádio PopularFm, onde colabora desde 2018.
Colaborou também em diversas colectâneas e antologias realizadas por diversas editoras nacionais.
Actualmente é coordenador literário na In-Finita, sendo responsável pela organização e revisão de uma colecção literária à qual deu o nome de "Ipsis Verbis".

Publicações Relacionadas